Regata Aratu-Maragojipe dominou a Baía de Todos-os-Santos

digasalinas

A 44ª edição da Regata Aratu-Maragojipe, no sábado (24), foi marcada pelo clima de disputa durante todo o trajeto reunindo embarcações guiadas por competidores baianos e de estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Alagoas.  A competição náutica, apoiada pela Bahiatursa, também contou com a participação de velejadores de outros países, como Estados Unidos, França, Nova Zelândia e Inglaterra.

Os barcos percorreram as águas da Baía de Todos-os-Santos, passando por Ilha de Maré, Ilha dos Frades, Itaparica e Reserva Ambiental Ilha do Medo. A última parte se deu no leito do Rio Paraguaçu, com as embarcações costeando localidades como Barra do Paraguaçu, São Roque, Ilha do Francês e Forte da Salamina, até a raia de chegada montada nas proximidades do píer de Maragojipe.

Cores

O colorido natural das embarcações tomou conta da segunda maior baía navegável do mundo e maior baía do Brasil.  “A Setur e a Bahiatursa vêm apoiando a regata por entenderem que ela faz parte não somente do circuito turístico, fortalecendo o destino Bahia, mas, sobretudo, da cultura e da história do estado”, disse o chefe de Gabinete da Secretaria do Turismo, João Carlos Oliveira. Organizador da regata, Everton Fróes comemorou o numero expressivo de embarcações e velejadores e destacou a importância do apoio do governo do estado.

“O esporte e turismo náuticos é um dos segmentos que mais crescem no mundo”, disse Everton, pontuando: “Estamos aqui com velejadores do porte de Gerald Wickis e Otávio Cravo, que são pessoas acostumadas a grandes travessias, e Izabel Pimentel, velejadora internacional que está dando a volta ao mundo em solitário, navegando em um saveiro tradicional daqueles de feira”.

A Regata Aratu-Maragojipe é o maior evento náutico do Brasil em sua modalidade. Reúne veleiros de oceano, escunas, saveiros e barcos a motor.  Somente o estado do Rio de Janeiro participou este ano com cerca de 60 velejadores.

Fonte: Setur/Ba.

Comentários