Prefeitos de municípios da Baía de Todos-os-Santos assinam termo de adesão ao Prodetur

Os prefeitos de 18 municípios que pertencem à Zona Turística da Baía de Todos-os-Santos assinaram hoje o Termo de Adesão ao Prodetur Nacional. A solenidade foi realizada às 9h, no auditório da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), em Salvador, com a presença de autoridades e profissionais de turismo.
O Prodetur Nacional é um programa financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que investirá US$ 85 milhões (R$ 170 milhões) na região. Na oportunidade, os gestores municipais conheceram as propostas aprovadas pelo BID para melhorar a infraestrutura náutica da Baía de Todos-os-Santos, transformando-a em um distrito turístico-cultural.

Estratégias
A matriz de investimentos do Prodetur Nacional inclui estratégia do produto turístico, comercialização dos roteiros, fortalecimento institucional, infraestrutura e serviços, gestão socioambiental, administração e supervisão. A maior parte dos recursos (R$ 110 milhões) está destinada à estratégia do produto turístico, que pretende dotar a Baía de Todos-os-Santos de equipamentos náuticos, por intermédio da implantação e recuperação de infraestrutura como bases náuticas, pontos de apoio, terminais hidroviários e marítimos, atracadouros e píeres. 

Segundo Leonelli, “são receptivos de turismo náutico que vão reunir vários serviços em um mesmo local, a exemplo de lan houses, restaurantes, bares, lojas de artesanato e de equipamentos náuticos”. O projeto prevê a implantação das quatro ou cinco bases náuticas, além de pontos de apoio, que são estruturas semelhantes, porém menores.

Acessibilidade
De acordo com a superintendente de Investimentos em Polos Turísticos da Setur, Clarissa Amaral, todas as obras previstas incluirão equipamentos para viabilizar o acesso e a movimentação de portadores de necessidades especiais.
Poder municipal é fundamental para êxito do projeto
Para a presidente da Câmara Técnica de Turismo da Baía de Todos-os-Santos, Cristina Baumgarten, uma das principais dificuldades para o desenvolvimento do setor era a falta de compreensão do poder municipal. “Essa pactuação já é um grande avanço. O Prodetur Nacional vai viabilizar investimentos, capacitação e, por isso, é muito importante o compromisso dos gestores com o projeto, assumindo um papel mais ativo e oficializando uma política municipal de turismo”.


São beneficiados os municípios de Cachoeira, Itaparica, Madre de Deus, Santo Amaro, São Francisco do Conde, Vera Cruz, Saubara, São Felix, Nazaré, Aratuípe, Jaguaripe, Maragojipe, Salinas da Margarida, Muniz Ferreira, Candeias, Muritiba, Simões Filho e Salvador.

Comentários