Pescadores e Marisqueiras receberam 500 mil em empréstimos em 2013

O Programa de Crédito Assistido da Bahia Pesca, em parceria com o Banco do Nodeste, alcançou o volume de quase R$ 500 mil em empréstimos em 2013, beneficiando cerca de 100 pescadores e marisqueiras baianas. Os recursos fazem parte do Plano Safra do Governo Federal, que concede crédito a juros baixos e prazos estendidos.

Ao longo de 2013 foram realizadas reuniões técnicas com os parceiros do projeto, apresentações, seminários e cursos, promovendo a capacitação e habilitação de pescadores, aquicultores e produtores rurais no estado, permitindo assim que estes pudessem acessar as linhas de credito oferecidas pelo Banco do Nordeste por meio do Plano Safra.

“O nosso objetivo não era apenas o de permitir que o pescador tomasse um empréstimo, mas também prepará-lo para que o crédito alcançado fosse utilizado como um investimento, de forma a multiplicar sua produção e, consequentemente, sua renda. Por isso a importância das ações de capacitação”, explica o presidente da Bahia Pesca, Cássio Peixoto.

Ao todo foram seis cursos de capacitação, que capacitaram 250 pescadores e marisqueiras. Outros 200 pescadores receberam orientações sobre como elaborar uma proposta para obtenção de créditos e tiveram suas demandas enviadas para análise dos agentes financeiros. “Trabalhamos com 15 entidades do setor, entre colônias e associações, além das instituições financeiras, de modo que o crédito fosse sempre acompanhado de um trabalho de assistência técnica fornecida pelos profissionais da Bahia Pesca”, conta o presidente.

Além de auxiliar na proposta a ser apresentada ao banco, os técnicos da Bahia Pesca também identificavam as principais necessidades produtivas das comunidades, como embarcações e petrechos de pesca. A metodologia de trabalho empregada constou em avaliar as demandas de materiais e equipamentos necessários para o aumento da capacidade de pesca nas comunidades, a capacidade produtiva de cada pescador e a capacidade de suporte do ambiente, a partir do aumento no esforço de pesca proposto.

“Para alavancar ainda mais este processo a Bahia Pesca está sendo credenciada pelo Ministério da Pesca e Aquicultura para a emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf”, complementa Cássio.

Foram atendidos com linhas de crédito de até R$ 15.000,00 pescadores de Itaparica, Vera Cruz, Salinas da Margarida, Taperoá, Cairu, Santo Amaro, Cachoeira, Prado, Ilhéus, Jaguaripe e Maragogipe.

Fonte. Bahia Pescca

Comentários