Operação RMS Unida visa reduzir crimes na Ilha de Itaparica e Salinas da Margarida

Foto: MG Notícias

Com o objetivo de aumentar a segurança e, consequentemente, a redução dos índices dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) e Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) na Ilha de Itaparica e Salinas da Margarida, O CPRMS com o apoio do CPE, iniciou nesta quinta-feira (04) mais uma fase da Operação RMS Unida.

De acordo com informações policiais, nesta fase da Operação RMS Unida, as guarnições atuarão em pontos estratégicos, considerando o aumento significativo de pessoas ocupantes desses municípios por conta do veraneio comum nesta época, abrangendo uma população estimada em 85 mil pessoas, entre munícipes e turistas.

Ainda conforme os policiais, com o emprego do policiamento ostensivo através da Ocupação e Saturação por Tropas Especiais, o objetivo é aumentar a sensação de segurança e, consequentemente, a redução dos índices de CVLI e CVP, por meio da atuação da PATAMO, CIPE-Polo, GRAER, RONDESP-RMS e PETO da 5ª CIPM, além dos efetivos de Operações de Inteligência das respectivas Unidades do CPRMS e CPE, totalizando mais de 100 policiais militares envolvidos na Operação, distribuídos em 29 viaturas (entre carros e motocicletas) e uma aeronave, além do policiamento regular ordinário da 5ª CIPM.

O planejamento operacional da Operação RMS Unida visa o emprego do policiamento ostensivo com ênfase na atuação nos locais que impactam na mancha criminal, devidamente mapeada, por meio de incursões e ocupação, para o enfrentamento da reprodução da violência para que não se firme como uma configuração territorial da criminalidade nos municípios da RMS.

 

Fonte: MG Notícias

Comentários