Novos ferries deverão reduzir o percurso para 35 minutos

digasalinasBatizados com os nomes do compositor baiano Dorival Caymmi e o líder negro Zumbi dos Palmares, os novos ferries, adquiridos na Grécia, já foram transferidos para o patrimônio do Governo da Bahia e se encontram em preparativos para cruzar o Atlântico, em direção a Salvador, onde serão integrados ao Sistema Ferry-Boat na travessia São Joaquim-Bom Despacho, na Baía de Todos-os-Santos.

As duas embarcações dobrarão a capacidade de transporte de carros e aumentarão em 75% a de passageiros, proporcionando menor tempo de espera nas filas por parte dos usuários. Para o vice-governador e secretário de Infraestrutura, Otto Alencar, o governo estadual está fazendo uma “justa homenagem a duas figuras importantes para a cultura nacional e baiana, lembrando as nossas raízes africanas”.

Ele explica que, no momento, estão sendo feitas as adaptações necessárias de mobilidade exigidas pela legislação brasileira. “As duas embarcações já são nossas, tiveram os novos nomes gravados e, logo que possível, a depender também das condições climáticas, estarão operando, possibilitando mais rapidez e segurança no transporte de passageiros e veículos na Baia”.

Além de aumentar a capacidade, o governo pretende também reduzir o tempo de viagem e de espera. Enquanto hoje o Anna Nery e Ivete fazem o trajeto em 45 minutos, a estimativa é que os barcos novos diminuam o percurso para 35 minutos. O tempo de embarque e desembarque também deve reduzir, porque as novas embarcações têm saída para os dois lados, o que evita manobras.

Fonte Secom/Ba.

Comentários