MPF entra no caso dos ataques a nordestinos nas Redes

Capturar

A representação será distribuída a um procurador da República do MPF/BA, que acompanhará o caso e tomará as medidas necessárias a fim de apurar as denúncia.

O procurador-chefe do Ministério Público Federal na Bahia, Pablo Coutinho Barreto, recebeu ontem, 26 de janeiro, na sede do órgão, a secretária-geral, Ilana Campos, e o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos, Eduardo Rodrigues, da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Bahia (OAB-BA).

Os representantes da OAB Bahia entregaram ao chefe do MPF uma representação com cerca de 400 denúncias recebidas pela seccional baiana contra discriminação a nordestinos nas redes sociais.

A representação será distribuída a um procurador da República do MPF/BA, que acompanhará o caso e tomará as medidas necessárias a fim de apurar as denúncias.

Fonte: MPF/BA

Comentários