Governo prepara grandes investimentos na Baía de Todos-os-Santos

digasalinas
Técnicos da Secretaria de Turismo do Estado (Setur) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) concluíram nesta quarta-feira (23), em reunião na sede do órgão baiano, o ciclo de missões voltado ao empréstimo de US$ 85 milhões para investimento na zona turística da Baía de Todos-os-Santos.

O projeto prevê melhorias da infraestrutura náutica e do acervo cultural da baía como construção e recuperação de atracadouros, píeres e terminais hidroviários, além de ações como capacitação profissional para atender à demanda náutica, dentre outras.
O esforço do governo estadual é para fazer com que a zona turística de maior potencial náutico do estado torne-se uma das principais regiões do turismo baiano, ampliando, inclusive, sua projeção internacional. “Estamos assumindo o compromisso de redescobrir a Baía de Todos-os-Santos, aproveitando o potencial turístico e náutico da região, que foi uma das áreas menos beneficiadas no desenvolvimento do turismo da Bahia nos últimos anos, e queremos cumprir rigorosamente os acordos”, explicou o secretário Domingos Leonelli.

Com área total de 1.052 quilômetros quadrados, a Baía de Todos-os-Santos é considerada por navegadores de todo o mundo um local ideal para o turismo náutico, pois reúne boas condições de navegabilidade, com águas calmas e mornas, além de bons ventos. Ela é a segunda maior baía do mundo, em tamanho, e a primeira de clima tropical, uma vez que a maior, situada no Canadá, fica congelada praticamente durante todo o ano. É também a maior navegável do litoral brasileiro, comparada ao Mar Mediterrâneo por praticantes de esportes náuticos.
Fonte: Secom.

Comentários