Estudos de impacto cultural marcam nova fase da ponte Salvador-Itaparica

bahiawebtic

Na próxima semana, o Governo do Estado lançará mais um edital relacionado ao projeto da ponte Salvador – Ilha de Itaparica. A empresa selecionada por meio de licitação terá que realizar pesquisa de campo e levantamento de referências culturais da região, analisar os impactos do projeto sobre os ativos culturais, elaborar um plano para minimizar os impactos negativos na área e propor diretrizes para o desenvolvimento das localidades.

O anúncio foi feito na quarta-feira (14) pelo secretário do Planejamento, José Sergio Gabrielli, durante a terceira audiência pública promovida pela Câmara Municipal de Vera Cruz para debater o assunto. Ele destacou que a ponte, com 12 quilômetros de extensão, é apenas um trecho de um sistema viário que totaliza 150 quilômetros e cria um arco rodoviário.

O termo de referência para a elaboração do edital está sendo elaborado pela Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan) com a perspectiva de atender as exigências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Entre os aspectos que serão inventariados pelo estudo estão as igrejas, terreiros de religiões de matriz africana e ainda a cultural oral.

Gabrielli afirma que as áreas afetadas pela construção são as de baixa densidade populacional. Ele enumerou ainda alguns objetivos dos Decretos de Utilidade Pública: incrementar a preservação ambiental; garantir áreas para habitação de interesse social; minimizar a especulação imobiliária; preservar faixas de domínio das vias; e, por fim, garantir a expansão urbana planejada.

Empreendimento


O projeto do Governo da Bahia é um plano de desenvolvimento que se desdobra na construção de uma ponte, reconfiguração da BA-001 na Ilha de Itaparica, requalificação da Ponte do Funil, construção da ligação entre Santo Antônio de Jesus e Castro Alves, além da qualificação da infraestrutura viária regional, bem como intervenções relacionadas à infraestrutura urbana e social na ilha. O lançamento do edital para construção e concessão da ponte está previsto para o primeiro trimestre de 2014. A conclusão está estimada entre 48 e 60 meses.

Comentários