Enseada e Sebrae capacitam pescadores e marisqueiras de Salinas da Margarida

enseada

Cento e onze pescadores e marisqueiras de colônias e associações de pesca de Salinas da Margarida (Conceição, Cairu e Sede) receberam, nesta terça-feira (23), os certificados do curso Redes Associativas, uma parceria entre a Enseada Indústria Naval e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Durante um mês, os participantes aprenderam noções teóricas e práticas de associativismo, como planejar um empreendimento coletivo e como legalizar a associação. Desde o início da ação, em 2014, 17 turmas foram formadas e 956 pessoas de Salinas da Margarida e Maragojipe capacitadas.

Para Marco Antônio Teixeira (Tiurú), da Colônia de Pescadores de Salinas, o curso foi uma oportunidade que permitiu adquirir conhecimentos fundamentais para uma melhor conservação dos mariscos, gerando produtos de melhor qualidade para os consumidores. “Nunca tivemos esse tipo de orientação aqui. Muito bom poder participar das aulas. Além de aprender a armazenar melhor os mariscos, vimos também a importância de ter uma associação legalizada”, contou o pescador.

Segundo Morgana Andrade, analista de Responsabilidade Social da Enseada, ações como essa contribuem para o fortalecimento de empreendimentos coletivos como as associações e cooperativas de marisqueiras e pescadores da região. “Esses empreendimentos possuem uma organização baseada na lógica da economia solidária e vêm se tornando uma alternativa eficaz de inclusão social e desenvolvimento econômico das comunidades”, afirmou Morgana.

O curso Redes Associativas é voltado exclusivamente para pescadores e marisqueiras e tem como objetivo ampliar o conhecimento para a criação e fortalecimento das organizações de base. A iniciativa faz parte do Eixo 1 do Plano Diretivo da Pesca (PDP), elemento central do Programa de Sustentabilidade da Atividade Pesqueira previsto no Plano Básico Ambiental (PBA) da Enseada.

Com informções de Malany Freitas
Enseada Indústria Naval

Comentários