Conferências municipais e intermunicipais de Defesa Civil previstas para fevereiro e março

18080O processo conferencial começa com a realização das Conferências Municipais/Intermunicipais, nelas, serão aprovadas propostas e eleitos delegados para a próxima etapa, que é a 2ª Conferência Estadual de Proteção e Defesa Civil – 2ª CEPDC – BAHIA. Ambas são espaços de diálogo direto com a comunidade e com o governo local. O governo da Bahia, por conta do prazo e do grande número de municípios que compõe o Estado (417), optou pelo formato intermunicipal através da agregação de Territórios de Identidade totalizando 13 (treze) conferências intermunicipais, as quais serão realizadas no período de 17 de fevereiro a 14 de março de 2014.

Segundo o superintendente Estadual de Proteção e Defesa Civil, Salvador Brito, esta Conferência é de grande relevância para o Estado da Bahia que está entre os quatro maiores estados da federação em termos de população e possui uma diversidade de riscos e ameaças. Além disso, a Bahia foi o estado com o maior número de decretos por conta da Seca em 2013, considerando que dos 417 municípios, 266 estão localizados na região do Semiárido que é a região mais afetada. O superintendente ainda ressalta a importância da participação dos municípios, pois é uma oportunidade para expor idéias e opiniões que vão contribuir para a implementação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil e o fortalecimento do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, possibilitando a construção de uma sociedade mais segura.

A primeira intermunicipal será a do Território de Identidade da Região METROPOLITANA DE SALVADOR – RMS, que será realizada no município de Camaçari no dia 17 de fevereiro de 2014 e compreende os seguintes municípios: Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Simões Filho, Vera Cruz, Salinas da Margarida, Catu, Mata de São João e Pojuca.

Comentários