Boletim Navegando Juntos aborda impacto causado pela paralização da Enseada

enseada

A nova edição do boletim Navegando Juntos já está na gráfica e em breve será distribuída nas comunidades localizadas nas Áreas de Influência Direta e Indireta do estaleiro. Enquanto o jornal não chega na sua região, você pode ler a versão digital no canal da Enseada no Issuu e acompanhar os principais acontecimentos do estaleiro.

A matéria de capa da 20ª edição do boletim aborda o atual ponto de situação das obras de infraestrutura do entorno ao empreendimento. Sabe como estão os avanços na BA-534 e na ponte sobre o Rio Baetantã? O Navegando Juntos mostra essas intervenções e outras que acontecerão na região da Baía de Todos-os-Santos.

Nas páginas 2 e 3 é apresentado o cenário econômico de localidades do Recôncavo Baiano com a paralisação das atividades da Enseada. Os municípios mais impactados são Maragojipe e Salinas da Margarida. Maragojipe, que viu seu PIB crescer 272% em três anos com a chegada do estaleiro, hoje é a cidade brasileira que, proporcionalmente, mais perdeu empregos com carteira assinada em 2015. Salinas da Margarida, adotada como morada pela maioria dos integrantes do estaleiro que moravam fora da região do entorno, também tem sofrido significativos impactos. Os hotéis, pousadas e casas para aluguel que passaram por reformas hoje estão com ocupação quase zero. Muitos dos pequenos negócios que surgiram fecharam as portas.

Comentários