Apesar das chuvas e do frio, as praias de Salinas estão próprias para o banho

Segundo o INEMA, que emite boletins mensais de balneabilidade, esta é entendida como qualidade das águas destinadas à recreação de contato primário, sendo este contato direto e prolongado onde há possibilidade de ingerir quantidade significativa de água.

O monitoramento da balneabilidade no Estado da Bahia é realizado pelo Inema, através da Coordenação de Monitoramento de Recursos Ambientais e Hídricos da Diretoria de Fiscalização e Monitoramento Ambiental, atendendo as especificações da Resolução N.º274/2000 do CONAMA que define critérios para classificação das águas destinadas a recreação de contato primário.

A Rede Amostral de Monitoramento da balneabilidade no estado atualmente é composta por 121 pontos, distribuídos em toda a costa baiana. As amostras de água para analises da balneabilidade são coletadas sistematicamente semanalmente, no período da manhã em locais com maior concentração de banhista.

As praias e os pontos que são monitorados em nosso município são:

Salinas – Próximo ao Pier. Em frente ao Hotel de Salinas.
Conceição de Salinas – No meio da praia.
Cairu de Salinas – Em frente as casas de nativos.
Encarnação – Em frente a Colônia de Pescadores.

O Inema observa que devemos evitar contato com a água do mar em locais com manchas de coloração suspeita. Evitar banho de praia em tempo chuvoso, as águas podem estar contaminadas, por arraste de diversos detritos das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. É desaconselhável ainda o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

RESOLUÇÂO CONAMA Nº274 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2000 Art. 2º As águas doces, salobras e salinas destinadas à balneabilidade (recreação de contato primário) terão sua condição avaliada nas categorias própria e imprópria. §1º As águas consideradas próprias poderão ser subdivididas nas seguintes categorias: Escherichia coli – Quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das cinco semanas anteriores, colhidas no mesmo local, houver: No máximo, 200 – Excelente; 400 – Muito Boa; 800- Satisfatória. §4° As águas serão consideradas impróprias quando no trecho avaliado, for verificada uma das seguintes ocorrências: a) Não atendimento aos critérios estabelecidos para as águas próprias; b) Valor obtido na última amostragem for superior a 2000 Escherichia coli;

No Boletim N°: 31/2017 / Emitido em: 04/08/2017, nossas praias são consideradas próprias conforma tabela abaixo:

Fonte: Inema

Comentários