49% dos brasileiros são obesos


De acordo com os dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde, 49% da população brasileira têm excesso de peso. O excesso de peso é maior dentre homens. As capitais do Norte e Nordeste apresentam índices menores de excesso de peso e obesidade. Além disso, homens com mais anos de estudo apresentam maior grau de obesidade e excesso de peso.


E para diminuir ainda mais a mortalidade por essas doenças, o Ministério da Saúde lançou, em 2011, o Plano de Ações de Enfrentamento às Doenças Crônicas Não Transmissíveis/2011-2022, que define ações e recursos para o enfrentamento dessas enfermidades nos próximos dez anos. A meta é uma redução gradativa da taxa de mortalidade por Doenças Crônicas Não Transmissíveis entre pessoas com menos de 70 anos de idade para o alcance de um índice de 2% ao ano.

Dentre as ações, estão a criação de Academias da Saúde e o trabalho de profissionais de nutrição e educação física em Núcleos de Apoio à Saúde da Família nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que estão aptos a orientar os usuários do SUS.

Comentários